Latest Album

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut rhoncus risus mauris, et commodo lectus hendrerit ac.

banner
Dora Lewis

Alho na cozinha mediterrânea

Alho na cozinha mediterrânea

 A utilização do alho na nossa cozinha, nomeadamente em italiano e espanhol, é mais do que evidente e a partir do conhecido “Spain cheira a alho” de Victoria Beckham, tornou-se internacionalmente conhecido.

Mas porque é que a utilização deste vegetal é tão tradicional nas zonas mediterrânicas? Contamos tudo neste post de hoje.

O uso do alho remonta ao tempo dos egípcios, identificando referências a ele em textos milenares, principalmente devido às suas propriedades medicinais e religiosas.

Será na época grega que começará a ser usado como alimento, entre outros para dar sabor ao pão. Tão importante foi que Alexandre, o Grande, dedicou esta planta aos deuses.

Mais tarde, na época romana, já era um dos grandes protagonistas da dieta, muito apreciado pelas suas propriedades sanitárias.

Ao longo dos séculos seguintes, ao longo da Idade Média, as receitas com alho foram refinadas e os sabores se tornaram mais complexos, lançando as bases da cozinha moderna, desenvolvida especialmente nos séculos XVIII e XIX.

É assim que chegamos aos nossos dias, em que o alho se tornou, para desgosto de alguns, uma das marcas da dieta mediterrânica: com propriedades benéficas para a saúde e um sabor distinto, faz da gastronomia mediterrânica uma das mais ricas e mais variados do mundo.

No Comments

Post a Comment